Versão OriginalMenu
Midiamax | sexta, 26 de junho de 2020 - 14h35

Atividades de delivery não estão proibidas após toque de recolher em Campo Grande

Uso de máscara é obrigatório durante deslocamento do entregador

Diferente do que vem sendo divulgado nas redes sociais, as atividades de delivery não estão proibidas de serem realizadas após o toque de recolher em Campo Grande, que de acordo com o decreto municipal n° 14.361, de 24 de junho de 2020, será das 5h ás 22h a partir desta sexta-feira (26), em razão dos crescentes casos de coronavírus, causador da Covid-19.

A resolução conjunta da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) e Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) n° 7 foi publicada nesta quinta-feira (25) no Diogrande e regulamenta as medidas para assegurar a biossegurança na prática das atividades econômicas e prestação de serviços.

E, de acordo com a Prefeitura, restaurantes, lanchonetes, conveniências que tenham contratado o serviço de entrega, delivery, poderão atuar apenas nesta modalidade após toque de recolher.

SAIBA MAIS  

Espanha reabrirá fronteiras terrestres com Portugal e França neste mês

09h14 - 04/06/2020  

Após pandemia escolas poderão ter aulas aos sábados e nas férias para cumprir ano letivo

12h24 - 02/06/2020  

Na favela da Vitória, coronavírus expõe dor de quem vive com quase nada em Campo Grande

11h33 - 27/05/2020  

Conveniência Delivery? Comerciantes de Campo Grande se reiventam em tempos de pandemia

14h25 - 21/05/2020

A Prefeitura ressalta que a liberação é para que não exista aglomerações nos locais e, ao mesmo tempo, não impeça os empresários de manterem seus negócios funcionando.

O uso de máscara é obrigatório durante o período de deslocamento.

Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews