Versão OriginalMenu
Midiamax | terça, 7 de julho de 2020 - 11h00

PF desarticula grupo especializado em fraudes bancárias no Tocantins

Quadrilha gerou prejuízo de mais de R$160 mil à Caixa

Pelo menos 30 policiais federais cumprem oito mandados de busca e apreensão, nas cidades de Palmas e Porto Nacional (TO), no âmbito da Operação Xunxo. A ação tem como objetivo desarticular um grupo especializado em fraudes bancárias eletrônicas.

Segundo a Polícia Federal, empresas e empresários, que se utilizavam de fraudes eletrônicas para realizar o pagamento de boletos bancários, por meio de contas de terceiros que tinham suas contas pessoais invadidas e se tornavam vítimas do golpe. As investigações apontam que se trata de um esquema ramificado, que conta com a participação de envolvidos com notável conhecimento de informática para burlar sistemas bancários. Apenas com o pagamento fraudulento de boletos bancários, o bando gerou um prejuízo de mais de R$ 160 mil à Caixa Econômica Federal.

Penas

LEIA TAMBÉM:  

Vostok: Reinaldo e filho são indiciados pela federal por corrupção e lavagem de dinheiro

16h50 - 06/07/2020  

Caixa deposita saque emergencial do FGTS para nascidos em fevereiro

14h03 - 06/07/2020

Os envolvidos poderão responder pelos crimes de estelionato majorado, cuja pena pode ultrapassar cinco anos de reclusão. O nome da operação “Xunxo”, se refere a uma expressão utilizada comumente no Sul e Sudeste do País, que significa “maracutaia”, “armação” e “golpe”.

Subir ao TopoVoltar
PlataformaPlataforma de Notícias DothNews